Nutrição animal sustentável, um compromisso real – Paulo Oliveira

Com o objetivo de promover a união entre Ciência e Produção, Agronegócio, Sucessão familiar, ESG foram debatidos, de forma inédita durante a 26ª edição do International Pig Veterinary Society (IPVS2022). O foco em nesse movimento existe para entregar ao consumidor uma proteína de altíssima qualidade, com saudabilidade, sanidade e competitividade. E tudo isso só é possível com a soma dos esforços em todas as áreas do conhecimento.

Alinhada a esse movimento da cadeia produtiva, a Biochem, comprometida com o crescimento sustentável, como tem feito há 30 anos com grande sucesso, na figura do Diretor de Vendas (Latam), Paulo Oliveira, conversou com a SuínoBrasil, durante o IPVS2022.

  • Na sessão Agronegócio do IPVS2022, um dos temas abordados, que também engloba projetos da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), é a sucessão familiar. E a Biochem também é uma empresa de sucessão familiar. Você poderia compartilhar a história da Biochem?

Empresa alemã fundada em 1986, a Biochem é uma empresa familiar e que evoluiu para atender às demandas do mercado de nutrição animal. A empresa iniciou suas atividades como distribuidora de matérias primas, evoluiu para uma empresa que cobre toda a cadeia de produção, desde a seleção dos aditivos mais adequados para a saúde e nutrição animal, até sua comercialização.

Além disso, a empresa vem crescendo bastante, tanto geograficamente, quanto em termos de portfólio.

A ampliação geográfica faz com que a empresa desenvolva soluções específicas para cada uma das regiões que atua com novos produtos ou fazendo ajustes em produtos já existentes, atendendo às necessidades dos produtores e isso promove amadurecimento e crescimento da corporação como um todo.

Essa evolução é constante e faz com que a empresa e as pessoas envolvidas neste processo cresçam junto.

  • Como acontece o desenvolvimento desses conceitos com os produtores?

Esse processo não é rápido, é uma construção constante.

Nós que estamos no campo oferecendo e trabalhando junto com o produtor, muitas vezes levamos mais tempo para perceber, mas percebemos aumento na organização, processos mais claros e melhora no atendimento dos clientes, isso consolida a empresa no mercado por promover maior segurança à cadeia produtiva.

A empresa é como um organismo vivo que se mantêm aonde melhoramos os KPI’s, promovemos e geramos riqueza e conhecimento para a própria empresa e para a sociedade e acredito que esse seja o ponto principal.

  • Outro ponto debatido foi, geração de riqueza e cuidado, sinônimo de sustentabilidade! E um dos temas explorado na sessão Agronegócio foi a segurança alimentar, que é um dos pilares da Biochem.

Fabiana Freitas – Assessoria de Imprensa
fabiana@f2.jor.br
(19) 99127.3033

Compartilhar